Secretária de Obras fala sobre cronograma nas estradas rurais do município

Secretária de Obras fala sobre cronograma nas estradas rurais do município

Publicado em: 8 fev, 2019 às 16:42

Francine Albuquerque, Secretária de Obras e Infraestrutura do município participou do Noticiário P7 da Rádio Ipiranga desta sexta-feira (08). O tema da entrevista foi o cronograma de manutenção das estradas rurais de Palmeira. Na ocasião ela destacou a importância da Secretaria, uma vez que os trabalhos estão relacionados com os demais setores da Prefeitura. “Eu acho que todas as Secretarias dependem um pouco desta pasta. Aliás, o município em si, uma vez que a Secretaria de Obras é responsável nem que seja em um pequeno parâmetro dentro do município inteiro”, comentou Francine.
A grande extensão territorial de Palmeira, especificamente na área rural também foi enfatizada pela Secretária. Segundo ela são mais de 2 mil quilômetros de estradas rurais. “Isso contando só as principais, sem contar as que passam por dentro de propriedades e que também damos um auxílio através do projeto “Porteira dentro” juntamente com a Secretaria de Agricultura”, relatou Albuquerque.
A Secretária informou o planejamento de trabalho para os próximos 30 dias. Por fatores externos, como a explosão da pedreira e condições climáticas, não é possível fazer uma planejamento mais extenso.  Atualmente o município utiliza duas pedreiras, sendo uma em Campestre de Vieiras e outra em Pinheiral de Cima, em que são feitas explosões intercaladas.
A complexidade dos serviços prestados pela Secretaria de Obras e Infraestrutura também foi abordada na entrevista, visto que os trabalhos começam com questões burocráticas de órgãos federais e estaduais.  Um dos pontos lembrados foi o estado dos equipamentos, que pelo uso contínuo acabam se desgastando além da questão financeira, uma vez que o orçamento depende da arrecadação.
Segundo Francine existem duas frentes de trabalhos nas estradas rurais. A primeira seria de readequação. “Aquela que você abre a estrada, faz as valetas, abre um pouco mais a parte do barranco para alargar a estrada, faz o patrolamento e depois joga a pedra”, explicou Albuquerque.  Para este serviço o cronograma para os próximos 30 dias está previsto nas seguintes regiões: Rincão do Coxo até Encruzilhada, Subida de Tocas até a frente do Toni Vasco, Subida de Queimadas até Encruzilhada, Subida que vai para o Turvo e liga até Guarauninha, Borges, Tocas, Encruzilhada, Volta Grande, estrada do Canavial e estrada da Faxina.  Para que esses trabalhos sejam realizados é preciso que não chova e não existam outros imprevistos, como problemas nas máquinas por exemplo.
Outra programação para os próximos 30 dias é o de patrolamento “seria só passar patrola onde já tem o material, em que já fizemos essa readequação anteriormente”, informou Francine. Os trabalhos nesse período serão feitos em Papagaios Novos, Corredor, Faxinal dos Mineiros, Boqueirão, Pinheiral de Baixo até Colônia Maciel, Monte Alegre, Santa Bárbara e trecho próximo ao Sitio Minguinho que liga até PR 151. Ela também contou que no início dessa semana foi finalizado patrolamento na estrada do Quero Quero que liga a Primavera.
Além deste cronograma, a Secretaria de Obras e Infraestrutura precisa estar preparada para situações emergenciais que envolvam as estradas rurais do município. Atualmente a pasta é dividida em 11 equipes, sendo 4 delas destinada para área rural.

Por Bruna Camargo

Foto: Prefeitura Municipal de Palmeira

Publicidade

Farmácia Santo Antonio