A Prefeitura Municipal de Palmeira realiza uma consulta pública com intuito de sugerir os nomes e os limites dos bairros da cidade. A consulta está disponível durante todo o mês de agosto e todos os munícipes podem participar.

Trata-se de um dos trabalhos de revisão do Plano Diretor do Município. Por meio da participação da comunidade que as alterações estão sendo feitas, por isso a importância de que as pessoas opinem sobre o tema.

De acordo com a assessoria da Prefeitura Municipal de Palmeira, a atual etapa do Plano Diretor diz respeito a definição dos nomes e limites dos bairros. No entanto, a preocupação está no fato de que a identidade da comunidade de cada região seja mantida. “Os nomes hoje utilizados nos bairros se sobrepõem aos nomes dos loteamentos existentes. Porém um loteamento não é um bairro. Isso causa certa confusão, falta uma exatidão quanto à correta denominação do local”, explica a arquiteta e urbanista, Débora Rocha, que faz parte da equipe que está revisando o Plano Diretor.

Como participarPara participar da pesquisa basta entrar no site do Plano Diretor, acessar a aba ‘Participe’ e logo em seguida ‘Consulta Pública’. Lá estão todas as orientações. Aí é só clicar no link da pesquisa. Um mapa com uma proposta de limites e nomes aparece pra pessoa analisar como podem ficar os bairros. Responder o questionário leva em torno de 3 minutos.

Os moradores podem opinar para todos os 9 bairros ou só para os que estão mais familiarizados. Quem não tem acesso à internet vai ter a oportunidade de participar da consulta presencial, que será programada em breve em cada bairro.

Identidade e participação popularAinda segundo a assessoria, a delimitação dos bairros não vai alterar o endereço, nem o CEP das residências e empresas. A definição mais precisa dos limites e do nome dos bairros vai agregar informação ao endereço e ajudar o poder público a fazer um planejamento melhor da cidade.

A modernização do Plano Diretor de Palmeira já está na penúltima etapa:fase de elaboração das minutas do anteprojeto de lei. Todo esse processo tem sido transparente e democrático, com grande participação da comunidade.